Melhor Servidor VPS – Principais Servidores!

Procurando pelo melhor servidor VPS para você? Então você veio ao lugar certo! Pois é exatamente nisso que irei te ajudar aqui.

Abaixo eu separei várias opções de melhor servidor VPS para você. São vários servidores VPS diferentes que podem vir a lhe ajudar dependendo de suas necessidades, cabendo a você escolher pelo melhor. E se você está se perguntando como você pode fazer essa escolha, não precisa se preocupar, pois lhe ajudarei nisso também. Assim sendo, neste artigo você também poderá acompanhar um pequeno manual de tudo o que você deve levar em consideração na hora de escolher o melhor servidor VPS para você.

Preparado para encontrar o melhor servidor VPS? Pois então vamos começar!

Qual o melhor servidor VPS?

Abaixo separei as melhores opções de servidores VPS de modo que você possa optar pelo melhor, acompanhe!

1 – HostGator – O mais completo!

HostGator VPS

Quer um servidor VPS que seja robusto, com alta performance e autonomia no mercado? Pois então o HostGator é o que você procura!

Ao todo são 4 planos diferentes oferecidos pela HostGator, planos estes que vão desde 3 até 8 núcleos de processamento, de 4 até 10 GB de memória RAM e além disso também conta com 160 a 260 GB de armazenamento em SSD. Também é válido destacar que os servidores são não gerenciados, e com múltiplos endereços de IP para o mesmo servidor.

A HostGator é ideal para aplicações e sites que necessitem de alto desempenho, controle e disponibilidade, bem como para as agências de revenda.

Pros
  • Sistema de VPS robusto, o qual não compromete a usabilidade

  • Múltiplos endereços de IP no servidor
  • Migração gratuita para até 30 sites
  • Armazenamento feito em SSD
  • Suporte técnico 24 horas por dia

Contras

2 – GoDaddy – Um dos maiores do mundo!

GoDaddy VPS

A GoDaddy é bastante popular pelos seus domínios, mas você sabia que ela também oferece planos para serviços de servidores VPS?

Ao todo, pela GoDaddy, são 4 planos diferentes oferecidos, indo desde 1 até 8 núcleos de processamento, de 1 a 16 GB de memória RAM, de 20 até 400 GB de armazenamento em SSD e 3 IPs gerenciados para todos os planos. A hospedagem VPS oferecida é gerenciada, já acompanhando um painel didático para o gerenciamento do servidor. Entretanto, caso queira, você ainda pode escolher pela opção de servidor semi-gerenciado.

Pros
  • Possível optar por sistema gerenciado ou semi-gerenciado

  • 3 IPs gerenciados para todos os planos
  • Contas ilimitadas e fáceis de se administrar
  • Proteção avançada contra DDoS

Contras
  • Certificado SSL gratuito apenas no primeiro ano

  • Suporte realizado apenas por telefone, de segunda a sexta, de 8:00 às 21:00

3 – KingHost – Perfeito para aplicações web!

KingHost VPS

Se você busca por um servidor com vários recursos, então a KingHost é o que você quer!

Seus planos são voltados para banco de dados e web, que são os planos Cloud Banco de Dados e Cloud Web. É possível configurar ambos os planos com diversos recursos, podendo assim permitir seu uso para aplicações e sites que demandem muito do servidor.

Ao todo são 5 planos diferentes oferecidos pela KingHost, planos estes que vão desde 2 até 32 GB de memória RAM, de 2 até 32 vCPU, e com 120 GB de armazenamento em SSD para cada um dos planos. Entretanto, com a KingHost você ainda possui o diferencial de poder escolher entre servidores com Linux ou Windows.

Contar com um servidor na KingHost é uma boa pedida para você que quer um ambiente de hospedagem robusto e poderoso, ou então que apenas não quer problemas em um projeto de porte médio.

Pros
  • Variedade de planos oferecidos

  • Planos voltados para banco de dados e web
  • Possibilidade de configurar planos com diversos recursos
  • Você pode optar entre servidores Linux ou Windows
  • Suporte disponível 24 horas por dia

Contras
  • O plano gerenciado é padrão, não permitindo a escolha por outros planos

  • Não há especificações de proteção contra DDoS
  • O backup automático é disponível como conteúdo pago a parte

4 – WebLink – A marca de hospedagem brasileira!

WebLink

O serviço de VPS da WebLink conta com várias categorias diferentes, ou seja, os seus servidores já virão prontos para uma aplicação específica!

Ao todo são 6 planos diferentes oferecidos pela WebLink, indo desde 1 a 8 GB de memória RAM, de 1 a 8 núcleos de CPU, de 20 a 160 GB de armazenamento em SSD e de 1000 a 8000 GB de tráfego, e além disso, todos os planos possuem preços bastante acessíveis. Há também a opção de memória extra para seu servidor, ou seja, sempre que o servidor necessitar, automaticamente pode ser ativado o uso de até 2 vezes mais memória RAM. E, além disso, você ainda tem a opção de comprar recursos extras como IP dedicado, espaço extra de armazenamento, etc, tudo de acordo com suas necessidades.

Todos os planos oferecidos pela WebLink são feitos sob medida, de modo que você tenha um excelente serviço com um bom desempenho. Assim sendo, o WebLink é ideal para quem deseja um VPS barato para um uso em específico, ou então para quem deseja possuir um servidor Minecraft sem ter de ficar configurando tudo do início.

Pros
  • Possibilidade de escolher um servidor já configurado para uma aplicação em específico

  • Variedade nos planos oferecidos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Suporte 24 horas por dia

Contras
  • Os planos para VPS Linux são semi-gerenciados, sendo que o painel para gerenciamento não é dos melhores

  • Suporte restrito ao chat disponível no painel do cliente

5 – HostMídia – SSL gratuito!

Hostmídia

Os planos de VPS oferecidos pela HostMídia já incluem o cPanel/WHM, e além disso também auxiliam no gerenciamento. E, caso você já utilize uma hospedagem, ou então um VPS, com cPanel, é possível migrar para a HostMídia gratuitamente.

Ao todo são 4 opções de planos oferecidos pela HostMídia, indo desde 2 a 16 GB de memória RAM, de 1 até 8 núcleos de CPU, de 60 a 480 GB de armazenamento, de 1 a 8 TB de tráfego mensal, e além disso todos os planos também contam com 2 IPs dedicados e cPanel/WHM gratuitos.

Caso esteja planejando contratar um servidor VPS por mais de um ano, então a HostMídia já se apresenta como uma excelente opção para o custo-benefício.

Pros
  • cPanel/WHM gratuito

  • 2 IPs dedicados gratuitos para todos os planos
  • Possível realizar migração gratuita para a HostMídia
  • Certificado SSL gratuito
  • Suporte ao cliente 24 horas por dia

Contras
  • Não possui servidor com Windows

  • VPS disponível é apenas gerenciado
  • O processo de ativação pode ser considerado como antiquado

6 – UOL Host – Focado no uso profissional!

UOL Host

Sim, o UOL, aquele mesmo site de notícias, mas agora indo um pouquinho além do que apenas notícias.

O UOL Host surpreende pela versatilidade de seus planos, uma vez que você pode modificá-los de acordo com suas necessidades. Planos que vão desde de 2 a 8 GB de memória. de 2 a 4 núcleos de processamento, e a possibilidade de escolher de 50 a 300 GB de armazenamento para cada um dos planos, e além disso você ainda possui bancos ilimitados, e até mesmo opções para sites ilimitados.

Além disso tudo, você ainda pode escolher dentre os três sistemas operacionais disponíveis: Windows, Ubuntu ou CentOS. Se você busca por uma opção robusta, e não quer ficar gastando tempo gerenciando o servidor, então esta é a opção certa para você!

Pros
  • Possibilidade de personalização dos planos de acordo com suas necessidades

  • Possibilidade de optar por planos específicos para a revenda
  • Suporte 24 horas por dia

Contras
  • Os preços elevados podem ser um problema aqui, ao menos inicialmente

  • A velocidade de conexão também é outro problema aqui

7 – Hostinger – Conquistando pelo preço!

Hostinger

A Hostinger é conhecida pelo seu excelente custo-benefício, ou seja, serviços baratos e de qualidade!

Ao todo são 6 diferentes planos ofertados pela Hostinger, onde vão desde 1 a 8 núcleos de CPU, 1 a 8 GB de memória RAM, 20 a 160 GB de armazenamento em SSD, 1 a 8 TB de largura de banda, e além disso todos os planos ainda incluem 1 IP dedicado. Se você está iniciando e ainda não conhece muito sobre VPS, então definitivamente a Hostinger é a opçõa ideal para você. Mesmo que ela não ofereça servidores Windows gerenciados, ainda assim contar com um VPS semi-gerenciado barato é uma excelente maneria de economizar ao mesmo tempo que você aprende.

Entretanto, mesmo que não apresente servidores em Windows, o VPS Linux possui um dos melhores custo-benefício do mercado. Nele você possui as distribuições Linux mais populares, tais como CentOS, Debian, Fedora, Ubuntu, openSUSE e também várias versões do ScientificLinux.

Pros
  • Melhores preços do mercado

  • Várias opções de planos disponíveis
  • Suporte disponível 24 horas por dia
  • Várias opções para sistema operacional Linux

Contras
  • Não oferece servidores em Windows

  • O suporte só está disponível via chat, sendo acessado a partir do paneil de cliente
  • VPS disponível apenas como semi-gerenciado

O que é um servidor VPS?

O que é um servidor VPS

Acima eu te mostrei as melhores opções para servidor VPS que você pode encontrar no mercado, mas você sabe dizer o que é um servidor VPS? Para começar, a sigla VPS significa Virtual Private Server – Servidor Virtual Privado.

Basicamente falando, o VPS funciona como um Servidor físico e poderoso, praticamente um computador usado para armazenar dados, aplicações e arquivos para que você os acesse remotamente. Estes servidores são mais comumente observados dentro de uma empresa, onde eles possibilitam que todos os computadores da empresa troquem e acessem informações entre si de maneira rápida e prática.

Mas claro, eles não possuem a aplicabilidade exclusiva de empresas, sendo também muito utilizado para páginas de internet. Tais servidores também armazenam e disponibilizam sites na internet para quando alguém deseja acessá-los. Assim sendo, é fácil deduzir que o desempenho de seu site depende do bom funcionamento do servidor/máquina em que ele se encontra hospedado.

Agora, indo para a parte Privada de nosso VPS, isso significa que não é qualquer um que pode acessá-lo. Ou seja, há uma certa restrição aqui, onde apenas pessoas autorizadas previamente podem acessar o servidor. Isso é bom pois lhe garante uma maior segurança.

Já a parte do Virtual, nada mais é que um termo indicador de uma virtualização através de um software. Ou seja, é possível que existam vários VPSs em uma mesma máquina física.

Assim sendo, juntando tudo, podemos chegar a conclusão de que um VPS é nada mais do que um servidor virtual hospedado em uma máquina física, o qual lhe permite hospedar um site ou então uma aplicação exclusiva (como por exemplo o sistema utilizado por uma empresa ou até mesmo o server para um jogo).

Para quem o servidor VPS é indicado?

Quer colocar um servidor VPS para sua empresa? Então neste caso, ele é uma boa opção para caso você esteja expandindo seus sites e blogs, ou então caso necessite de um maior controle de suas aplicações. Sites que necessitem se utilizem dos recursos de um servidor dedicado e que, ainda assim, estão bem servidos tanto pela memória quanto pela capacidade de processamento de um servidor compartilhado são ideias para migrar à um VPS.

Assim sendo, caso você envie e-mails frequentes, não possua um fluxo muito elevado de acessos, deseja ter um firewall próprio ou até mesmo personalizar um, e quer fazer modificações globais em variáveis do PHP e em outros parâmetros do servidor, então o VPS é ideal para você!

E se você é Programador ou Desenvolvedor Web, então o VPS também pode lhe servir bem aqui. Isso pois através dele você consegue realizar testes, criar servidores privados, realizar a manutenção do sistema desenvolver novos ambientes, instalar diversas aplicações tais como Ruby, Perl, JSP, Python, e muito mais.

Como via de regra, podemos indicar que um servidor VPS caso seu projeto ainda não seja grande o suficiente para justificar um servidor dedicado, mas já comece a esbarrar nas limitações de um servidor compartilhado. Ou seja, um servidor VPS é um meio termo entre ambos, o servidor compartilhado e o servidor dedicado.

Conheça os tipos de hospedagem VPS

Outra coisa que você também deve ter em mente é quanto aos tipos de hospedagem VPS que existem. Acima mesmo eu citei alguns sites que oferecem um VPS gerenciado, não gerenciado ou semi-gerenciado, saber a diferença entre eles é importante, assim você poderá ter em mente qual deles é melhor para você. Assim sendo, acompanhe abaixo um breve resumo do que é cada um destes!

1 – VPS gerenciado

Trata-se do modelo mais prático de todos, pois aqui o servidor já está pronto, ele contém um painel de controle e lhe fornece completo apoio em sua utilização.

Aqui o provedor é responsável por tudo, por realizar manutenções e atualizações, bem como configurar totalmente o VPS. Claro, aqui você também tem acesso administrativo ao sistema, tendo liberdade para instalar programas conforme julgar necessários.

Um sistema de VPS gerenciado é ideal para quem não quer gastar muito tempo configurando tudo, e busca por uma solução mais poderosa. Entretanto, é bom levar em consideração que se você optar por este sistema, o custo a ser pago será mais elevado do que os demais.

2 – VPS semi-gerenciado

Como o próprio nome já diz, aqui tanto você quanto o provedor serão responsáveis por gerir todo o sistema.

O próprio provedor já lhe fornece uma interface bastante amigável aqui, um painel didático para gerenciar certas funções e aspectos, tais como configurações de IP, instalação e alteração do sistema operacional, gerenciamento de DNS, configuração de IPs adicionais, etc. Já outras ações ficam a sua responsabilidade geri-lás, ações tais como instalações e atualizações de programas.

Este é o tipo de sistema mais comum oferecido pelos provedores de hospedagem.

3 – VPS não gerenciado

Trata-se do tipo menos prático e intuitivo de todos os três, sendo necessário conhecimento prévio com a administração de servidores. Aqui você é o responsável por toda e qualquer configuração relativa ao seu VPS, ou seja, não há nenhum painel de gerenciamento.

Este tipo de sistema é o mais barato dentre os três, porém ele exige que você tenha conhecimentos técnicos. Conhecimentos técnicos o suficiente para realizar todos os comandos e funções necessários, inclusive para situações com o foco em segurança. Caso você não possua tais conhecimentos, ou não possua tempo para executá-los, então esta não é a melhor opção para você.

Vantagens de um servidor VPS

Abaixo separei algumas das principais vantagens que um servidor VPS lhe proporciona, acompanhe!

1 – A liberdade proporcionada

Uma das maiores vantagens fornecidas é a liberdade que você tem para configurar o servidor conforme suas necessidades. Um dos exemplos disto é a possibilidade de reiniciar sua máquina virtual com o intuito de liberar memória RAM, ou então para caso o sistema trave, isto é algo que você não poderia fazer em um servidor compartilhado.

Indo um pouco além, você poderá até mesmo instalar sistemas específicos que não estariam disponíveis em outras hospedagens, tais como o envio em massa de e-mail para práticas de e-mail marketing. Além disso você também poderá realizar upgrades e aumentar os recursos de seu servidor. Entretanto, é bom ficar atento aqui pois, quanto mais recursos você tiver, mais caro será o valor a ser pago.

2 – Custo

E por falar no custo, ele é mais barato do que quando o comparamos a um servidor dedicado. Inclusive, acima há opções de servidor VPS que são realmente muito em conta, compatíveis para todos os bolsos.

E claro, é bom sempre ficar atento ao custo e a quantidade de recursos utilizados. Caso você opte por um servidor VPS que apresente inúmeros recursos, então obviamente o custo para este servidor será mais elevado. Mas, de uma maneira geral, podemos considerar o custo de um servidor VPS como uma de suas vantagens.

3 – Os recursos dedicados

O que eu quero dizer aqui é relativo aos recursos dedicados a máquina na qual seu servidor VPS se encontra, recursos tais como espaço em disco e memória RAM. Diferentemente de um servidor compartilhado, aqui você pode utilizá-los até o limite, já que eles estão ali exclusivamente para sua utilização e de mais ninguém. E, caso você chegue a utilizar um destes recursos ao seu limite, você será então notificado, de modo que possa escolher entre um plano superior ou pagar um adicional para suprir a diferença utilizada.

4 – Outras boas vantagens

Estas acima não são as únicas vantagens disponíveis, confira abaixo algumas das diversas outras vantagens que você tem ao utilizar um servidor VPS:

  • Você poderá hospedar vários sites sem limites de visitas em um servidor web;
  • Você poderá utilizar diferentes sistemas de banco de dados e linguagens de programação;
  • A segurança e a privacidade de um servidor VPS é muito superior a de um servidor compartilhado;
  • É possível hospedar servidores para jogos online através deles;
  • Você pode criar bots para as mais diversas aplicações;
  • É possível instalar sistemas de backup e monitoramento;
  • Você ainda pode criar seu próprio proxy ou VPN;
  • E muito mais!

Desvantagens de um servidor VPS

Mas claro, nem tudo é só coisa boa, e um servidor VPS também possui desvantagens. Confira abaixo as principais desvantagens de um servidor VPS.

1 – Necessidade de conhecimento técnico

Para administrar um servidor VPS é necessário que você possua um certo conhecimento técnico prévio, que saiba configurar manualmente diversos serviços tais como , servidor de e-mail, servidor web, firewall, etc.

Entretanto, caso não saiba nada disso mas mesmo assim queira contar com um servidor VPS, então o melhor a se fazer é optar por um servidor VPS gerenciado. Assim como expliquei acima, este tipo de servidor não lhe cobrará muito conhecimento técnico (apesar de ainda ser necessário que você possua algum), porém você já pode considerar que o valor gasto será bastante elevado.

2 – O sistema operacional já é definido

Ao contrário de um servidor dedicado, onde você possui a opção de instalar o sistema operacional que bem entender, aqui o sistema operacional já pré-definido pelo próprio provedor de hospedagem. Isso não é bem uma desvantagem, mas pode considerado mais como uma limitação.

3 – Escalabilidade limitada

Ao contrário de um servidor Cloud, aqui o VPS apresenta a limitação relativa ao servidor físico em que ele está virtualizado, assim sendo, caso você deseje modificar os recursos do seu servidor VPS, isso pode acabar sendo bem mais demorado, exigindo até mesmo o interrompimento dos serviços.

Como escolher o melhor servidor VPS?

Acima eu te mostrei as principais opções de ser servidor VPS de modo que você pudesse escolher o melhor. Mas o que você deve levar em consideração na hora de escolher o melhor servidor VPS?

Abaixo eu trouxe alguns critérios que você deve levar em consideração na hora de tomar sua decisão, acompanhe!

1 – Qual o tipo de hospedagem VPS?

A primeira coisa que você deve levar em consideração aqui, é sobre qual o tipo de hospedagem VPS você deseja utilizar. Será uma hospedagem gerenciada, semi-gerenciada ou não gerenciada? Se tiver dúvidas quanto a qual delas escolher, lhe aconselho a subir ou pouquinho e reler a diferença entre elas logo acima. Isso é importante pois optar por uma hospedagem VPS não gerenciada sem ter o mínimo de conhecimento técnico sobre o assunto pode vir a lhe causar diversos problemas futuros, então esteja atento a este pequeno e importante detalhe!

2 – Unidade de processamento

Aqui é possível fazermos um comparativo com o processador de um computador, sendo comum encontrá-lo representado como vCPU. Neste caso, o “v” indica tratar-se de uma unidade de processamento virtual.

Também encontramos aqui valores relativos a quantidade de núcleos de processamento, geralmente variando de 1 até 8.

3 – Memória RAM

Outro comparativo entre o VPS e um computador comum, a memória RAM está relacionada ao desempenho do sistema. É bom ficar atento ao valor da memória RAM, uma vez que ele estará relacionada ao desempenho do seu servidor, e você não quer nenhum problema em seu site. Fique atento também a valores extras, geralmente ofertados por algumas empresas como “burst RAM”. Tais valores dizem respeito a um extra (geralmente o dobro) que você poderá acessar caso a memória RAM de seu servidor esteja atuando eu seu máximo.

4 – Quantidade de armazenamento necessário

De quanto espaço você irá precisar para armazenar todos os seus arquivos? Muito espaço ou pouco espaço? Pois a quantidade escolhida depende inteiramente desta pergunta.

Escolher por um plano que tenha pouco espaço de armazenamento somente fará com que você precise migrar para um maior futuramente. Entretanto, caso opte por um plano que tenha mais espaço de armazenamento do que o que você realmente precisa, isto apenas fará com que você pague a mais por um serviço que não estará utilizando. Fique atento para este detalhe e defina a quantidade necessária para suas necessidades.

Outra coisa a se atentar é se a empresa contratada possui um HDD ou SDD. Um SDD pode até ser mais caro, mas oferece bem mais velocidade para seu sistema quando comparados ao HDD, tenha em mente qual o melhor para você e até quanto você está disposto a pagar.

5 – Quantidade de dados transferidos

Aqui diz respeito a quantidade de dados que poderão ser baixados ou enviados por seu servidor mensalmente. É comum nos planos este tipo de informação vir com o nome de “tráfego”, “transferência”, “largura de banda” ou até mesmo de “bandwitch”. Se atentar para este valor é importante, pois caso seu tráfego mensal ultrapasse o limite previsto seu site irá começar a travar e até mesmo sair do ar.

Na hora de escolher baseado neste valor, tenha em mente até quanto a empresa oferece, quanto é o esperado por você e se há a opção de contratar pacotes extras caso seu limite máximo seja alcançado.

6 – IP dedicado

O IP dedicado diz respeito ao endereço de IP fixo e exclusivo para o VPS que você está contratando. Ele se torna necessário para que você possa configurar nameservers e acessar a aplicação de terceiros. Assim sendo a quantidade de IPs dedicados necessários depende mais de suas necessidades, mas muito dificilmente você precisará de vários.

7 – Painel de controle

O painel de controle é necessário para as opções de VPS gerenciada e semi-gerenciada, sendo os mais comuns o cPanel e o Plesk. É através destes painéis que você terá acesso a determinadas opções de gerenciamento, ou seja, é necessário que ele seja didático e de fácil entendimento. Há empresas que possuem um painel de controle próprio, então dê uma conferida nos modelos para ver se é um painel que você se adaptaria rapidamente para trabalhar.

8 – Sistema operacional escolhido

Qual sistema operacional você deseja utilizar, com qual deles você possui mais familiaridade para trabalhar? Windows ou Linux? No caso do Windows, a versão mais comum é o Windows Server, já para o Linux você possui mais opções, tais como CentOs, Ubuntu, Debian, Fedora, openSUSE, dentre vários outros.

Não há bem um consenso de qual o melhor aqui, tudo depende de para quem você perguntar. O ideal é que você opte por um sistema operacional com o qual já possui costume de trabalhar.

9 – Segurança do sistema

A segurança é outro item de extrema importância e que você deve estar sempre muito bem ligado. Afinal de contas, você não quer ser vítima de ataques hackers, não é mesmo?

Assim sendo, verifique se o plano que você busca possui certificado SSL, backups automáticos, proteção contra DDoS e quaisquer outras medidas de segurança que o plano venha a lhe oferecer.

10 – Os backups

E por citar os backups acima, eles são de extrema importância, pois eles podem, literalmente, salvar a vida de seu site.

A maioria dos planos VPS não incluem rotins de backups nos pacotes, deixando isso ao seu cargo. Aqui se torna necessário que você avalie se está ou não confortável em realizar você mesmo os backups manualmente, caso negativo, procure por um plano que os inclua no pacote.

11 – A equipe de suporte

Imagine só precisar de ajuda e a equipe de suporte simplesmente sumir, ou então não estar em um dia útil? Pois isto pode lhe trazer uma dor de cabeça bem grande. A maioria dos sites possui um suporte 24 horas, porém é bom ficar atento, pois ainda há alguns em que a equipe de suporte não funciona em determinado horário ou dias da semana.

Outra boa dica aqui é observar o que os próprios clientes da empresa tem a dizer sobre a equipe de suporte. Não adianta nada ela funcionar, teoricamente, 24 horas por dia se não for prestativa no auxílio de problemas.

12 – Possui política de reembolso?

Claro que você não vai contratar um serviço pensando em seu reembolso, mas é sempre bom se precaver.

É possível encontrar relatos de clientes que assinaram determinados planos para só então descobrirem que não era aquilo que eles queriam. Neste caso, qual seria a política de reembolso da empresa? É sempre bom ficar de olho se realmente existe algum tipo de política de reembolso, só para o caso dela se mostrar necessária.

13 – Valor final

E claro, no final de tudo isso, há o quanto você está disposto a pagar por um servidor VPS.

Você pode escolher apenas o melhor do melhor, optando pelo melhor de todos os itens que citei acima, porém você terá condições de pagar por isso? Muitas vezes ir logo de cara para o melhor do mercado simplesmente não é viável, e nesse caso ainda assim há boas opções por preços que lhe são bem mais acessíveis.

Não deixe então de comparar todos os planos que encontrar, e optar por aquele que melhor lhe agrade e consiga suprir todas as suas necessidades.

Agora você já está pronto para escolher pelo melhor servidor VPS!

Acima eu lhe apresentei algumas das principais opções para você escolher o melhor servidor VPS de acordo com suas necessidades, lhe mostrei até mesmo tudo o que você deve levar em consideração na hora de tomar esta decisão. Agora cabe a você botar tudo na balança, comparar os planos e escolher por aquele que mais supre a suas necessidades!

E claro, caso ainda sobre dúvidas na hora da escolha, basta entrar em contato!

Deixar uma resposta