Melhor Servidor Dedicado – Principais Servidores!

Procurando pelo melhor servidor dedicado para hospedar seu site e não ter mais problemas? Pois então você veio ao lugar certo!

Aqui neste artigo eu lhe mostrarei a melhor opção de servidor dedicado que você pode contratar para hospedar o seu site. E, além disso, também lhe mostrarei todos os critérios que você deve levar em consideração na hora de tomar a sua decisão. Assim você estará apto para escolher o melhor servidor dedicado para sua necessidade em específico.

Confira então abaixo as melhores opções!

Qual o melhor servidor dedicado?

Após pesquisar a fundo, abaixo separei algumas das melhores opções de servidor dedicado que você pode encontrar, acompanhe!

1 – HostGator – Excelente custo-benefício!

Hostgator

Senão for o melhor servidor dedicado, então com toda certeza está entre os melhores. Se você busca por solução e praticidade, então acabou de encontrar!

O servidor dedicado da HostGator funciona tanto para Windows quanto para Linux. Ao todo, cada sistema operacional conta com 4 planos, sendo que, os planos para Windows utilizam o Windows Server 2012 R2, enquanto os de Linux a distribuição é feita pelo CentOS. Pois saiba que você pode até mesmo conseguir um servidor dedicado com até 16 GB de memória RAM, 25 TB de tráfego, 1 TB de armazenamento e até 5 IPs dedicados.

Com o HostGator, você não mais terá problemas de desempenho com seu site, ou seja, servidores sempre no ar e lhe atendendo muito bem. E, além disso, seu preço também o coloca entre um dos melhores no mercado nacional!

Pros
  • O espaço de armazenamento é enorme, tendo planos de 2 TB e HDD e de 1 TB em SSD

  • A migração para clientes de outras empresas é gratuita
  • Você possui transferência ilimitada
  • O suporte lhe atende 24 horas por dia
  • Você pode enviar até 10 mil e-mails no período de uma hora
  • Segurança de ponta
  • Possibilidade de utilizar de 2 até 5 IPs dedicados

Contras
  • O plano inicial não abrange SSD

  • Nenhum dos planos oferece opção para autogerenciamento
  • O CentOS é a única opção de SO disponível

2 – Under – Desempenho acima de tudo!

Under

Aqui vai mais uma empresa BR para a disputa de melhor servidor dedicado.

Por possuir data centers no RJ e em SP, isso lhe garantirá benefícios tais como uma baixa latência e uma melhor comunicação. E além  disso, você também tem acesso a um suporte por e-mail, chat e telefone, tudo 24 horas por dia para melhor lhe atender!

E certamente outro ponto positivo da Under se dá pelo fato de você poder montar o plano de acordo com suas necessidades. Defina o seu processador, memória, armazenamento, link e todos os adicionais que você deseja, e então peça um orçamento para sua proposta. Assim você consegue ter acesso e pagar somente por aquilo que você realmente necessita!

Pros
  • Por possuir data centers no RJ e em SP, isso faz com que ela apresente uma baixa latência

  • A comunicação com os canais de atendimento também é mais facilitada por este aspecto
  • Oferece uma variedade enorme para configurações de hardware

Contras
  • As principais reclamações que encontrei referentes a Under são contra seus servidores Cloud, e não quanto aos servidores dedicados

3 – GoDaddy – O maior registrador do mundo!

GoDaddy - Servidor Dedicado

GoDaddy é o maior registrador do mundo, mas será que seu serviço de servidor dedicado é tão bom quanto? A resposta: sim, ele é!

A GoDaddy oferece quatro opções diferentes de planos, entretanto eles se diferenciam entre si apenas pela memória e pelo armazenamento. Sendo que todos os planos oferecem 4 CPUs Core 3.1 GHz, largura de banda ilimitada, 3 IPs dedicados e certificado SSL gratuito pelo período de até um ano.

Você também pode escolher o sistema operacional que irá utilizar. Caso opte pelo Linux, você poderá utilizar o CentOS 6 ou 7, além do Fedora 20 ou 22 e o Ubuntu. Mas, caso opte pelo Windows você poderá escolher entre o Windows Server 2008 e 2012.

Pros
  • Apresenta hardwares bem poderosos

  • Grande variedade de sistemas operacionais que podem ser escolhidos, tanto para Linux quanto para Windows
  • Tráfego ilimitado
  • Possibilidade de optar pelo sistema autogerenciado
  • SSL gratuito pelo período de 1 ano

Contras
  • Não há uma grande variedade entre os planos

  • O atendimento ao cliente é restrito, funcionando apenas de 8h as 21h, e de segunda a sexta
  • Apenas 3 IPs dedicados
  • Não há opção em SSD

4 – Locaweb – Servidor dedicado perto de você!

Locaweb - Servidor dedicado

Uma das pioneiras no Brasil, além de possuir um dos maiores data centers de todo o país!

Na Locaweb você é o responsável pela gestão de sua aplicações. Isso lhe dá certa autonomia, de tal forma que você possa configurar seu servidor, além de gerir suas atualizações e seu banco de dados. O servidor dedicado oferecido pela Locaweb apresenta processador Intel Xeon E5-2603 v4, com 6 cores de 1.7 GHz, um armazenamento de até 2 TB e uma memória RAM de 16 GB, a qual ainda pode ser expandida (com custo extra), assim como seu 1 TB de transferência.

Caso opte pelo sistema operacional Linux, você poderá então escolher entre o CentOS, Debian e Red Hat Enterprise, os quais já são inclusos. Entretanto, no caso do Windows, os  sistemas operacionais são cobrados a parte. E claro, por se tratar da líder em hospedagem no Brasil, seu atendimento é de excelência, funcionando 24 horas por dia.

Pros
  • Brasileira líder em hospedagem e com presença forte no segmento corporativo

  • Você é o responsável por gerir todas as suas aplicações e configurações de seu servidor, da maneira que julgar melhor
  • Equipe de suporte eficiente e prestativa
  • Possibilidade de expandir memória e taxa de transferência caso julgar necessário

Contras
  • O preço não é dos mais baratos

  • Sistemas operacionais para Windows são cobrados a parte
  • Apenas 1 IP dedicado

5 – HostDime – Outra excelente opção nacional!

HostDime - Servidor Dedicado

Ao contrário de várias empresas que apenas utilizam datacenters no Brasil, a HostDime possui sua própria infraestrutura aqui!

O servidor dedicado da HostDime possui até 36 núcleos, além de 96 GB de RAM DDR4 e 128 GB SSD ou 1 TB SATA3 HDD, ou seja, se você quer desempenho máximo essa é a opção ideal para você. Além disso, o gerenciamento dedicado ainda dispensa a necessidade de uma equipe de TI interna, com um monitoramento proativo de 24 horas por dia. A HostDime também se destaca por sua grande variedade de planos, dependendo da região que você deseja que seus servidores se encontrem.

Pros
  • Possibilidade de adquirir até 36 núcleos

  • 96 GB de RAM DDR4
  • 128 GB SSD ou 1 TB SATA3 HDD
  • Gerenciamento dedicado, que dispensa a necessidade de uma equipe de TI interna
  • Grande variedade de planos, com preços dependendo da região que você deseja que seus servidores se encontrem

Contras
  • Ao pesquisar sobre reclamações referentes ao servidor dedicado da HostDime, a que mais encontrei foi relativo a grande lentidão proveniente de seus servidores

6 – MaxiHost – Diversidade nos planos!

MaxiHost

Um dos servidores dedicados que mais cresce no país, a MaxiHost possui infraestrutura própria em São Paulo, onde acima de tudo oferece servidores com desempenho enorme para todos as suas empresas e usuários.

A fim de que você tenha uma noção de seu alto desempenho, na MaxiHost você pode configurar seu servidor dedicado para que ele possua uma memória RAM de até 512 GB. E, além disso, ainda é possível também ter até 16 TB de armazenamento, e isso sem contar a sua transferência ilimitada.

Ou seja, um dos grandes diferenciais aqui da MaxiHost é a possibilidade de você configurar um plano de acordo com a necessidade de sua empresa. Assim você consegue escolher a memória, o armazenamento (SSD ou HDD), a quantidade de IPs dedicados, e até mesmo qual o sistema operacional será utilizado.

Pros
  • Liberdade para criar um plano de acordo com as suas necessidades

  • Memória RAM de até 512 GB
  • Armazenamento de até 16 TB

Contras
  • Necessário aguardar até 10 dias para a ativação de um plano

O que é um servidor dedicado?

Você sabe o que é e para que serve um servidor dedicado? Pois se não sabe, sem problemas, eu lhe explico!

Um servidor dedicado nada mais é do que equipamentos  com um hardware que lhe permite atingir altas velocidades. São eles os responsáveis por entregar seus serviços aos usuários com extrema eficiência. Um servidor dedicado é composto de um servidor, ou seja, um meio físico, que não é compartilhado. Assim sendo, caso você decida por contratar um servidor dedicado ele estará ali só para você, isso lhe dá mais eficiência durante o processamento de dados. Poder contar com um serviço que seja focado em você certamente traz muitos atrativos e vantagens, não é mesmo?

Apesar de todas as vantagens, ainda assim esse tipo de servidor apresenta um custo elevado. Assim sendo, como saber se o servidor dedicado é ideal para você? Pois é exatamente sobre isso que falarei abaixo!

O servidor dedicado é a melhor opção para você?

Seu site começou a crescer bastante e você está passando problemas de instabilidade e desempenho? Pois então o servidor dedicado é justamente o que você precisa. Isso pois, com ele você consegue resolver problemas relativo ao aumento de trafego em seu site, fazendo com que o desempenho seja sempre máximo. Entretanto, o servidor dedicado não é aconselhável apenas para esta situação.

Se você possui uma empresa, e deseja configurar uma rede para uso interno na empresa, ou seja, uma intranet, então o servidor dedicado é a melhor opção. Assim você consegue montar uma rede exclusiva somente para sua empresa, rodando seu próprio sistema, e isso independente de onde sua empresa se localizar.

Para envios de e-mails em massa, os famosos “e-mail marketing”, e também para a criação de jogos online, o servidor dedicado também se torna necessário aqui.

Mas claro, o servidor dedicado não é a única opção que existe, e pode até ser que ele não seja a melhor opção para você. Confira abaixo algumas outras opções de servidores que podem vir a atender suas necessidades.

Outras opções de servidores

Abaixo você pode conferir algumas outras opções de servidores disponíveis!

1 – O servidor compartilhado

Como o próprio nome já diz, você irá compartilhar o servidor com diversos outros sites. Ou seja, como serão vários sites em um único servidor, isso acaba por fazer que seu preço seja bastante baixo, em alguns casos até mesmo gratuitos.

Se você está iniciando, então este tipo de servidor é o mais aconselhável para você. Entretanto, conforme seu site crescer, e cresce também o tráfego, você terá de começar a cogitar outras opções de servidor e optar pela migração.

2 – Os servidores VPS

Em um Servidor Virtual Privado, VPS, você pode ter uma hospedagem única para toda sua empresa. Através dele você pode particionar um servidor físico em vários outros servidores, tudo de acordo com as suas necessidades.

Entretanto, ao contrário de uma hospedagem compartilhada, aqui não são os servidores que são compartilhados, mas sim apenas o meio físico. Isso faz com que um servidor não consiga interferir em outro, mesmo que ambos estejam no mesmo ambiente físico. É bastante normal que lojas virtuais, desenvolvedores e blogs usem VPS para escalar seus sites. A questão aqui é que você necessita de um conhecimento técnico sobre o assunto para utilizá-lo, do contrário você necessitará de uma equipe gerencial para gerir tudo por você.

3 – O servidor dedicado

Até aqui você já sabe o que é um servidor dedicado, e se ele é ou não o ideal para você. Mas, é bom também saber que nós podemos separar o servidor dedicado em duas categorias: gerenciado e não gerenciado.

O servidor dedicado gerenciado

Este é o modo mais comum, onde os próprios provedores da hospedagem também atuam como gerenciadores. Ou seja, aqui você apenas se preocupa em administrar o site, deixando as configurações mais avançadas nas mãos de terceiros, para que eles lidem com isto por você.

O servidor dedicado não gerenciado

Já aqui é onde o oposto acontece, você atua como gerenciador. O aspecto negativo aqui é que tudo fica por sua conta, lhe dando responsabilidade total nos ajustes, configurações avançadas e atualizações do sistema, entretanto, este também é o lado positivo. Isso pois, você terá acesso total ao sistema, definindo você mesmo por tudo aquilo que julgar essencial ou não. Mas claro, para tal é necessário que você possua conhecimento técnico específico, de modo a gerir toda a administração do servidor.

As vantagens de um servidor dedicado

Se você ainda têm dúvidas sobre o que de bom um servidor dedicado pode lhe trazer, então é bom ficar atento a todas as suas vantagens. Abaixo eu destaco todas as vantagens que ele tem a oferecer, acompanhe!

1 – Desempenho

Precisa de bastante desempenho? Pois saiba que os servidores dedicados funcionam exatamente sobre esta premissa. De todos os tipos de hospedagem, esta é a que lhe proporciona um maior desempenho. Isto é particularmente útil para você que planeja utilizá-lo internamente em sua empresa, onde o desempenho de seu trabalho deve ser excepcional.

Mas claro, para um site o desempenho é igualmente necessário. Poder evitar lentidão no carregamento de páginas é de extrema importância, do contrário você pode até mesmo acabar perdendo usuários por este problema. Exatamente por isso eles se tornam ótimas opções para a hospedagem de sites.

2 – Maior tráfego

Aliado ao desempenho, temos também o aumento de tráfego. Um dos sinais de que você necessita migrar para um servidor dedicado é justamente este, assim que você notar que o tráfego em seu site está aumentando e seu servidor atual já não é mais capaz de atendê-lo plenamente.

Ou seja, o servidor dedicado funciona especificamente para lhe atender quanto a um grande tráfego.

3 – Recursos dedicados

Os recursos dedicados são referentes aqueles recursos que você não tem acesso em um servidor compartilhado, recursos específicos para você, como por exemplo um hardware dedicado somente à máquina do usuário. Isto é particularmente útil no caso de empresas que necessitem modelar seus negócios próprios em um ambiente mais privado.

Devido ao fato destes recursos não serem compartilhados, isto dá aos usuários um maior controle sobre o servidor. Faz com que seja possível atualizar ou reinicializar o servidor a qualquer momento, sem interferir em seu contorno.

4 – Controle total

E, é claro, o controle total para personalizar o sistema de acordo com suas necessidades é uma das principais vantagens de um servidor dedicado. Com isso você pode instalar aplicações que julgar necessárias no momento em que você desejar, além disso também poderá administrar recursos de hardware, bem como configurar todo o sistema operacional da maneira que julgar melhor.

Servidores dedicados também são utilizados como uma unidade central para processamento de dados. Ou seja, isto faz com que algumas empresas aluguem estes servidores para rodarem aplicações sofisticadas, de modo a utilizar o desempenho máximo nesta tarefa.

As desvantagens de um servidor dedicado

Entretanto, mesmo que as vantagens sejam numerosas, ainda assim existem as desvantagens por detrás deste tipo de servidor. Abaixo eu separei as principais desvantagens de um servidor dedicado de modo que você possa entendê-las melhor, acompanhe!

1 – Custo

Esta é a principal desvantagem aqui, isso pois o custo de um servidor dedicado pode ser bastante elevado. Isso pois, aqui você estará pagando por um servidor personalizado e específico para você, o que inevitavelmente acaba o encarecendo.

Claro, quando olhado como um todo o custo inicial acaba por valer apena. Entretanto, a maioria das pessoas apenas vê a cifra inicial e desconsidera todas as vantagens a longo prazo que ela oferece. Porém, é bom ter em mente que o preço se paga sim, mas somente se você realmente for utilizar tudo o que um servidor dedicado tem a lhe oferecer. O que eu quero dizer aqui é que, caso você não se adéque no momento a utilizar um servidor dedicado, não faz sentido pagar por ele, do contrário você estará apenas pagando mais por um produto o qual você ainda não é capaz de utilizar em sua totalidade. Neste cenário o melhor é começar com outro tipo de servidor, até que chegue o momento de migrar para um dedicado.

E, além disso tudo citado acima, ainda sempre há a possibilidade do custo aumentar ao decorrer do tempo. Backups e manutenções preventivas devem ser levados em conta aqui, bem como o espaço de armazenamento que pode acabar se esgotando e sendo necessário adquirir um espaço a mais. O que eu quero destacar aqui é, possivelmente você terá de adquirir mais recursos futuramente, então é sempre bom levar isso em conta.

2 – Conhecimento específico

Para configurar toda a estrutura de um servidor dedicado, é necessário que você possua um conhecimento específico na área de TI. Ou seja, entender como funcionam servidores, redes de computadores, sistemas operacionais, linhas de comando, etc é essencial. Isso não se torna bem uma desvantagem caso esta já seja sua área de atuação, mas, caso contrário, é importante ter em mente que você deverá pesquisar extensivamente sobre tudo isso.

O lado bom é que você não precisa necessariamente saber tudo isso para ter um servidor dedicado, apenas estar disposto a pagar um pouquinho mais. Você pode sim contratar o serviços de terceiros para fazer isso por você, de modo que você tenha alguém tomando conta desta função em específico.

E claro, assim como citei acima, também há a possibilidade de você optar por um servidor dedicado gerenciado, onde o gerenciamento do serviço é feito pela própria empresa de hospedagem que você estiver contratando. Neste cenário sua única responsabilidade é gerir e instalar todas as aplicações relacionadas ao seu site.

3 – Downtime

Por se tratar de um servidor exclusivo, onde você é o responsável único e direto por elo, no caso de quaisquer problemas em hardware ou software que venham a derrubar o sistema, seu site também ficara offline, bem como todo o sistema de sua empresa. Dependendo de sua urgência, como por exemplo no caso de empresas que necessitem do servidor para operar, o downtime (tempo fora do ar) pode vir a ser um problema aqui, mesmo que ele não seja muito demorado.

O que é um datacenter?

Você deve ter visto o termo “datacenter” acima, mas você sabe o que ele significa?

Um datacenter nada mais é do que um local onde há vários servidores interconectados entre si, você provavelmente já viu algo assim em filmes. Eles fornecem uma infraestrutura com uma capacidade alta de processamento, além de equipamentos poderosos ligados na rede. Assim sendo, ter um datacenter que está em um local muito distante de você pode não ser um bom negócio, tendo em vista que a latência de rede pode vir a aumentar bastante.

Datacenter
Você provavelmente já viu algo assim antes em filmes

Como escolher o melhor servidor dedicado

Acima eu te mostrei diversas incríveis opções que você tem para escolher, mas como encontrar o melhor servidor dedicado para sua necessidade? Pois abaixo lhe mostrarei tudo o que você deve levar em consideração na hora de tomar esta decisão, acompanhe!

1 – De olho no processador

Quando falo no processador, na verdade eu quero dizer para você ficar de olho no CPU, e sim, é quase como se fosse igual ao CPU de seu computador. O que acontece aqui é que a empresa irá destinar um CPU exclusivo para você (e por isso o nome dedicado), de modo a atender suas necessidades. Mas é também saber que o CPU disponibilizado pelas empresas não necessariamente precisa ser físico. Ou seja, você pode também optar pelo CPU virtual, o chama vCPU.

Você irá reparar que as empresas de hospedagem oferecem as mais variadas especificações para CPU, com diferentes velocidades e quantidades de núcleos de processamento. Você pode relacionar a quantidade de núcleos que a CPU apresenta com sua velocidade final. Entretanto, é bom não deixar de fora da equação a velocidade do clock, que pode vir a fazer diferença. Para te ajudar a escolher, há uma continha simples que você pode levar em consideração aqui:

Velocidade Total = Número de Núcleos X Velocidade da CPU

É uma continha brusca, mas lhe permite ter uma noção comparativa básica entre os planos.

2 – Uma boa memória é essencial

Ainda fazendo um comparativo aqui entre seu computador e seu servidor dedicado, a memória RAM é igualmente importante em ambos. É ela a responsável por armazenar temporariamente as informações para uso. Ou seja, quanto mais memória seu servidor possuir, maior será sua capacidade de lidar com tudo aquilo que você necessita fazer.

É bom ficar de olho nesse aspecto quando for comparar planos, mas não se atenha apenas a quantidade de memória RAM. Também é importante analisar seu tipo, que pode ser DDR3 ou DDR4, com esta última apresentando um melhor desempenho.

3 – Qual o tamanho do armazenamento oferecido?

De quanto espaço você necessita para seu site ou empresa? Ficar atento a este detalhe é importante, pois um espaço pequeno irá lhe obrigar a mudar de plano em algum momento atrás de mais armazenamento. E claro, também não compensa já começar pagando por um espaço muito maior do que o necessário, sendo que você só estará gastando a mais com isso.

E claro, além disso, há também o tipo de tecnologia utilizar no armazenamento escolhido. Isso pois, servidores que utilizem armazenamento em SSD apresentam desempenho muito superior ao HDD. Porém, assim como o desempenho é superior, é também o preço, então é bom você ter em mente o que necessita e pelo o que está disposto a pagar mais caro.

4 – O IP dedicado

Eu citei bastante acima o IP dedicado, sendo que alguns servidores disponibilizam apenas 1, enquanto outros 5, mas você sabe do que se trata? Um IP dedicado nada mais é do que o endereço de IP do seu servidor, único e exclusivo.

O IP dedicado é necessário para configuração de nameservers, bem como para acessar aplicações de terceiros. Ou seja, a quantidade necessária vai depender exclusivamente de suas necessidades, mas a chance de você não precisar de vários é bem alta.

5 – Qual o tráfego mensal você espera alcançar?

Como dito acima, um dos principais motivos para você migrar para um servidor dedicado é quanto ao tráfego mensal. Ou seja, caso esteja alcançando um tráfego intenso, onde seu servidor atual não mais consegue lhe atender sem fazer com que seu site saia do ar, então esta é a hora de mudar para um servidor dedicado.

Aqui vale a pena você se perguntar quanto é o esperado. Cada empresa oferece um plano diferente com uma quantidade máxima mensal de tráfego, opte por aquela que melhor lhe atende. Escolher por um número abaixo do real fará com que seu site trave, e você se veja obrigado a adquirir um tráfego extra. Mas, escolher por um valor muito acima do esperado apenas fará com que você pague a mais por este serviço. Então a dica aqui é se planejar para o esperado e escolher bem.

6 – Qual o sistema operacional utilizado?

Aqui chegamos a outro fator importante, no que diz respeito ao sistema operacional que será utilizado. Antes de mais nada, você irá utilizar Windows ou Linux? Esta é a primeira pergunta que você deve se responder aqui. O bom do Linux é que a gama de possibilidades costuma ser maior (CentOS, Red Hat Linux, Debian, etc), enquanto o Windows costuma ser mais padrão (Windows Server).

Tenha em mente aqui todas as suas necessidades, de modo que você possa optar por um sistema operacional que possua um bom desempenho dependendo da linguagem de programação que você vá usar.

7 – Há backups disponíveis?

Você irá reparar que a maioria dos planos não incluem backups, isso pois um servidor dedicado está entre as mais robustas opções de serviços online que existe. Entretanto, mesmo que o contrato não contemple o backup, é altamente recomendado que você solicite um, mesmo que sua contratação contemple um valor a parte. Isso pois, no caso do pior acontecer, você terá se resguardado, e não sofrerá demais com isto.

8 – Até quanto está disposto a pagar?

E é claro que o preço acaba sendo outro fator importante aqui. Isso pois, muitas vezes você vai querer ter tudo do bom e do melhor, um servidor dedicado top de linha e com todas as melhores especificações de mercado, porém vai acabar esbarrando no preço aqui. Exatamente por isso é importante definir tudo de que precisará antes, para não acabar pagando a mais por recursos que você nem virá a utilizar.

Outra boa dica que posso lhe dar aqui é para sempre comparar os planos, e não fechar com o primeiro que surgir. Há empresas que oferecem basicamente as mesmas especificações, nesse caso é uma boa ideia realizar uma comparação de preços antes de fechar com alguma delas.

9 – Opte por um bom suporte técnico

E quando der algum tipo de problema? Eles estarão prontos para lhe ajudar ou você ficará na mão por vários e vários dias?

É sempre bom ficar de olho nisso, sobre qual a disponibilidade do suporte técnico da empresa que você deseja contratar. Há empresas, por exemplo, em que o suporte técnico não funciona aos finais de semana, isso seria um problema para você? Contar com um suporte que seja realmente dedicado pode literalmente salvar sua pele, ainda mais quando houver algum problema que comprometa todo seu sistema e o tire do ar. Uma boa dica aqui é conferir as reclamações que a empresa tem em seu nome, antes de julgar se ela é ou não a melhor opção para você.

10 – De olho também na segurança

A segurança de seu servidor dedicado deve ser de ponta, então é bom ter isso em mente na hora de tomar sua decisão final. Um DDoS trata-se de um ataque coordenado e distribuído, o qual visa a sobrecarga de um servidor na rede. Ou seja, uma proteção contra DDoS é necessária para que você possa manter a segurança de seus dados, bem como a disponibilidade de seu servidor dedicado.

11 – Pode ser uma boa ideia conferir a política de reembolso!

É claro que ninguém contrata um serviço já pensando no reembolso, mas mesmo assim é bom conferir se ele existe. Caso você necessite cancelar um serviço, qual a política da empresa quanto a isso? O valor lhe será estornado? Há reembolso referente a garantia de satisfação pela empresa?

Muito provavelmente você não encontrará empresas que garantem um reembolso total, isso pois há um custo para o setup, porém é sempre bom ficar de olho no que você pode conseguir de volta caso tudo dê errado. Não há problema algum aqui em se preparar para o pior cenário possível.

12 – O painel de controle

Como o próprio nome já diz, é através do painel de controle que você será capaz de gerenciar todos os aspectos de seu servidor, conforme suas necessidades. No caso de um servidor Linux, o cPanel é o mais comum aqui, já para Windows é o Plesk, entretanto isto não é uma regra, e dependendo da empresa que você escolher poderá ter alterações. Algumas empresas até mesmo fornecem um painel próprio para controle.

12 – Gerenciado ou não gerenciado?

Eu já lhe expliquei acima a diferença entre um servidor dedicado gerenciado e não gerenciado, saber qual deles é o mais adequado para suas necessidades é sua tarefa. Basicamente falando, você pagará a mais para um servidor dedicado gerenciado, porém não precisará se preocupar com as questões técnicas, uma vez que já terá alguém que fará isso por você. E no caso de um não gerenciado, você pagará menos, mas terá de ser o responsável por tudo.

Qual dos dois é melhor? Isso depende apenas de suas necessidades, e de até quanto você está disposto a pagar.

Agora você já pode escolher pelo melhor servidor dedicado!

Acima eu lhe apresentei excelentes opções de um servidor dedicado que você pode contratar, e mais do que isso, também lhe apresente todos os aspectos que você deve levar em consideração na hora de tomar sua decisão sobre qual o melhor. A escolha depende apenas de você, de definir quais as suas necessidades e qual o servidor dedicado irá melhor lhe atender.

Lhe aconselho aqui, em primeiro lugar, a definir tudo aquilo de que necessitará em seu servidor dedicado, para só então avaliar todas as alternativas disponíveis e escolher pela aquela que melhor irá lhe anteder. E claro, quaisquer dúvidas a respeito basta entrar em contato!

Deixar uma resposta